A Função da Trilogia Analítica é de Restaurar o Bem

livro-parusia-restauracao-do-paraiso-norberto-keppeNorberto Keppe*
Texto do livro PARUSIA – RESTAURAÇÃO DO PARAÍSO

A função da Trilogia Analítica é a de restaurar o que foi desviado e estragado — é importante não confundir com outros processos, como o de reformar, se bem que haja vocábulos próximos, como recuperar, retornar, reaver, remontar. O que pretendo esclarecer é que nosso trabalho é o de retornar ao que era correto, e estragamos ao colocar a própria patologia, entortando, quebrando e destruindo o que é certo e correto.

Note o leitor que o estudo antropológico coloca a origem do homem vindo do inferior, habitando cavernas monstruosas; e, até mesmo, pela transformação do animal em ser humano, teimando, até hoje, tornar o absolutamente impossível em possível, do animal para o ser humano. A Antropologia tem trazido a ideia de colocar o maior no menor, como se o jarro coubesse no copinho, o elefante na formiga e a existência na ausência.

Nossa vida atual é totalmente anormal, pois o Criador, após a desistência de nossos primeiros pais de viver o Paraíso Divino, Deus nos forneceu mais um tempo de existência, para pensar melhor o que desejamos para o futuro, inclusive enviando Jesus Cristo, os profetas, santos, concedendo o auxílio de seus anjos, para nos dar tempo de escolher o Eterno Destino — sabemos que, após aqui, não haverá mais tempo e espaço, alimentação, e nascimentos, como já aconteceu com os que partiram, e os que foram criados espiritualmente. Existe ainda mais uma possibilidade, no que denominaram de Purgatório, de chegar lá, dependendo do tempo de purificação para alcançar o Paraíso Divino.

É por esse fato que elaborei o Processo de Restauração, com o nome de Trilogia Analítica, para ajudar essa empreitada aqui mesmo, motivo de elaborar o que denominei de Verdadeira Ciência, devido à possibilidade de analisar os aspectos da vida, não só Materiais como Espirituais, através da experimentação, Filosofia e Teologia.

O que a Bíblia nos mostra no Evento de Adão, Eva e Lúcifer, quando abandonaram a Orientação Divina e se voltaram para os delírios demoníacos, renunciando a Deus, e aceitando os diabos, esclarece como a Humanidade até hoje está nessa atitude, sofrendo suas consequências terríveis. Vivemos atualmente neste Planeta Infernal, como se fosse um vestíbulo do futuro maligno. Esse evento marcou o início da conduta homocêntrica, quando o ser humano desejou ficar no lugar do Criador. Como sabemos, a Humanidade acreditou que os delírios demoníacos teriam validade, passando a experimentá-los em todos os setores da existência, pouco a pouco determinando o seu fim.

A Ideia Fatal que o ser humano tem sobre o Poderoso, é pensar que o indivíduo de poder beneficia e até o sustenta, e não que ele é que fornece o poder para ser dominado, e tirar todas as vantagens do Povo, seja no sentido positivo, e até no negativo — posso afirmar que, o próprio demônio possui Energia Escalar oriunda do Criador, lutando contra para se desfazer dela, sendo esse o motivo de seu enorme sofrimento, e de todos os que o acompanham. Os próprios filhos humanos, que não aceitam seus pais, usam essa idêntica atitude.

*Norberto Keppe: Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 44 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia.

Gostou desta publicação?

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress

• Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Política de Privacidade

• We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue to use this site we will assume that you are happy with it. Privacy Policy

Pular para o conteúdo